leia mais...

POEZINE-SE II

Neste segundo volume, o Poezine-se tem a honra de trazer os textos da uberabense e poetisa Jamila Costa. 

quinta-feira, 4 de agosto de 2016

POEZINE-SE III



Trazendo nessa edição a poesia e a prosa de Rebeca Canhestro e Carolina Figueiredo. 
Alimente os seus pensamentos.

domingo, 31 de janeiro de 2016

II COLINE/2015

O Concurso Literário de Novas Escritoras - COLINE é fruto de uma visão comum existente entre nós do Blog Roulets e da ONG Cultura Roulets. O concurso nasceu com o intuito de incentivar escritoras em formação a continuarem desenvolvendo a sua escrita além de instruí-las e premiá-las por tais produções, colaborando assim na formação de uma frente literária feminina infantojuvenil na cidade de Uberaba/MG.  

O II COLINE, produzido e realizado pela Cultura Roulets em parceira com a EMABEM, o Blog Roulets e projeto POEZINE-SE, se realizou na Escola Municipal Adolfo Bezerra de Menezes no ano de 2015 com uma série de oficinas e encontros periódicos com professores, alunos, oficineiros e a organização do concurso.

Sobre o II COLINE/2015

O projeto trouxe novidades como palestras e oficinas para as participantes. Nessa segunda edição apenas a Escola Municipal Bezerra de Menezes foi contemplada devido à nossa dificuldade em levar as oficinas para outras escolas. 

A estrutura continuou a mesma, com escritoras do 5°ao 9° ano que se inscreveram e participaram com 20 poemas e 14 contos. Foi notável a maior participação e envolvimento da escola e das alunas/escritoras com o projeto em relação à edição anterior e isso nos permitiu corrigir falhas passadas e nos preparou melhor para as próximas realizações.

Destacamos o interesse das participantes pelos temas desenvolvidos tanto nas oficinas quanto nas palestras, isso contribuiu para que o projeto se realizasse de maneira tranquila e participativa. Nessa etapa foram colhidos depoimentos das participantes, o que resultou num pequeno documentário.  

A premiação para as vencedoras do II COLINE foi: 01 tablet e um livro autografado por Mauricio de Sousa e para os segundas e terceiras colocadas de cada categoria, um livro. As avaliações dos textos foram feitas pelas alunas do curso de letras da UFTM (Universidade Federal do Triangulo Mineiro) Stéfani Neto, Fernanda Galera, Nicolle Árabe e pela Mestre em educação Larissa Martins.


O II COLINE/2015, teve como vencedoras as escritoras: Stefane Vieira Rodrigues na categoria poesia e Mirella Eduarda Silva Reis na categoria conto.



sábado, 17 de outubro de 2015

EXPOSIÇÃO COMCIENCIA DE PATRICIA PICCININI NO BRASIL


Patricia Piccinini, desenhista por formação, a artista, que nasceu em 1965 em Serra Leoa, mas vive na Austrália desde 1972, executa suas obras com a ajuda de um time de profissionais. "Trabalho com iluminadores, maquiadores, pessoas da indústria do cinema que conseguem traduzir os meus desenhos, que nascem da minha imaginação, para formas tridimensionais", destaca Patricia, que também cria - e exibe em ComCiência - fotografias e filmes.

"A questão emocional é fundamental na minha obra porque é através da emoção que nos engajamos em algo", explica Patricia. "Hoje em dia é muito difícil chamar a atenção das pessoas", diz a australiana sobre o conforto que sente com o caráter espetacular de suas obras. "Eu poderia fazer um trabalho entediante para provar quão intelectual eu sou, mas não é esse o meu objetivo. Quero me conectar com as pessoas. Sou inclusiva e o mundo da arte é o oposto."


"A genética é uma aposta no escuro e Patricia fala muito sobre uma ética flexível", define Marcello Dantas, curador da exposição, primeira individual da criadora no País. Suas Metafloras (2015), por exemplo, assemelham-se a flores de pele e pelos.



"A evolução é uma história de extinções", diz a artista Patricia Piccinini



“Sou interessada em descobrir o sentido do que é ser humano no âmbito da engenharia genética e da biotecnologia, e como essas tecnologias influenciam a maneira como nos relacionamos com o mundo. O mundo que crio existe em algum lugar entre o que conhecemos e o que está quase sobre nós (a imaginação, ou o futuro). Minhas criaturas, apesar de estranhas e por vezes inquietantes, não são assustadoras. Em vez disso, é a sua vulnerabilidade que muitas vezes vem à tona. Elas pedem que as olhemos além de sua estranheza, nos convidando a aceitá-las. Somos cercados por modificações genéticas escondidas em nossos alimentos e animais, sem ao menos dar conta! Eu não induzo o visitante a pensar qualquer coisa sobre engenharia genética, mas pergunto como eles se sentem frente a essas possibilidades. Trabalho com uma variedade de materiais e linguagens, de esculturas feitas de silicone e fibra de vidro a fotografia e vídeo, passando pelo desenho e a pintura”, resume a artista.

Para saber mais:

quarta-feira, 9 de setembro de 2015

CURSO DE EXTENSÃO - ESTUDOS ANIMAIS E QUESTÕES DE GÊNERO



O curso será oferecido dia 12 de setembro (Sábado) na Centro Educacional da UFTM situado na avenida Getúlio Guaritá de esquina com a rua Vigário Carlos no bairro Abadia. 


As inscrições serão realizadas até o dia 10 de setembro pelo email: andreia@ielachs.uftm.edu.br. Basta mandar o interesse de se inscrever com o nome completo.

domingo, 6 de setembro de 2015

PARE E PENSE



Quem nos deu esta ideia louca
de que nós devemos saber como viver?

Será que uma árvore sabe como crescer?
Será que uma nuvem sabe como flutuar?
Será que o vento sabe onde está soprando?
Será que uma estrada sabe que vai dar a algum lugar?

Não saiba como viver,
apenas reconheça que você é Vida e a Vida apenas é.

Mooji